domingo, 2 de maio de 2010

Ele é ou não é tão querido?

Conversa a propósito de uma tatuagem que ele vai fazer e que vai ser a minha prima(a S., que o N. já conhece há 11 anos) a fazer o desenho

Eu: Porquê a S.? Tu não sabes desenhar?
Ele: Sei! E bastante bem, mas eu quero que seja ela, para ficar marcada...Quando eu tiver 30 anos também vais ficar marcada(e depois lá me explicou que iria fazer uma tatuagem de 15 em 15 anos, apesar de ele já não ter 15 anos).

Eu: E qual é que vai ser o desenho?
Ele: Umas asas. E depois posso voaaar(não vos faz lembrar nada?)
Eu: Oh, mas e se depois voas tanto que não consegues voltar para ao pé de mim? Depois eu fico sozinha...e choro...
Ele: Eu nunca me vou perder. Basta seguir o meu coração e encontro-te, onde quer que esteja...

Ele é ou não é tão querido?
É por isso que eu gosto tanto dele...
:$

3 comentários:

Katchup disse...

Deixaste-me com lágrima no olho!

É uma pérola um rapaz destes hoje em dia, acho eu!

Kikas disse...

foi querido, sim senhor :)

Luisa Corte Real disse...

Ele é um querido!
Hoje em dia é raro ver homens a falar assim!

Bjocas