domingo, 2 de maio de 2010

Será?

Hoje foi a modos que uma tarde de girls e no meio da conversa ponho-me a falar do N. e do que a minha mãezinha disse.
Então a I. pergunta-me se eu já pensei em ter alguma coisa com ele.
Eu comecei a rir e emborquei uma fatia de bolo de chocolate(porque, evidentemente, que não me apetecia responder à pergunta).
Mas acho que ela se limitou a fazer a pergunta que ia na cabeça de todas, inclusive na minha.

Pensar é uma coisa...
E sim, acho que já pensei nisso, mas...
Não sei...ele é tão querido, tão especial, tão diferente, tão ele...
Pelo que me tenho apercebido, ele é diferente comigo. Ele diz que é anti-social, sádico, e uma série de coisas más, mas comigo ele não é nada disso...

Estou um bocadinho confusa...

2 comentários:

Katchup disse...

Oh God, que dejá vu!... :O

Não te posso dizer quanto a ti, mas eu fui em frente, e deu certo! :)

Inês disse...

acho que é isso que fascina nos rapazes, mudam como os camaleões. a sua personalidade ajusta-se às situações em que estão... se gostares dele, como parece que gostas, arrisca e segue em frente.
quem não arrisca, não petisca certo?